14/04/14

The Dark Vampire – Segunda Temporada – Capitulo 21

Cada um ama ao seu jeito
Retornando aquele sábado
No final de contas tinha convencido Kotori a passarem aquele fim de semana sozinhos como á muito não faziam, nem sabia como a tinha convencido com tanta facilidade mas se tinha conseguido esse feito havia mais era que aproveitar.

Pela manhã levou o filhote a casa de Kaien Cross que ficou super feliz em tomar conta daquela criança e com custo lá puxou Kotori para dentro do carro pois já se parecia ter arrependido de  deixar Teru aos cargos de outra pessoa.
Mas assim que ligou o motor do carro Kotori pediu que fossem a algum sitio calmo pois havia algo importante que queria falar com ele, hesitante Yagari decidiu naquele instante que um bom sitio seria nos jardins da cidade, ainda era de manhã e poucas pessoas deveriam andar por lá, mas nem era isso que o preocupava, durante a viagem fartava-se de pensar o que a sua esposa teria de tão importante para lhe contar, mas de uma coisa tinha certeza, sem margens para duvidas esse era o motivo para ter aceitado passar o fim de semana apenas com ele, longe de Teru.
O tempo outonal levava as folhas das arvores e coloria-as de tons castanhos alaranjados,  caminhavam a par pelo caminho em cubos pisando as folhas e sentindo um leve frio bater-lhe no rosto começava a ficar impaciente.
_Ei… que tu querias falar comigo?_ Os dois dirigiram-se a um banquinho de madeira e lá se sentaram.
_Não fiques chateado com o que te vou dizer…_ Pediu ajeitando-lhe cachecol  e trincando de leve o próprio lábio.
_Fala logo que não me está cheirando bem._ Puxou a mão dela e segurou com ímpeto._ E sem medos._ Fitou os olhos verdes dela que ainda pareciam indecisos.
_Eu sei que tu ainda achas cedo para termos outro filho, mas não foi propositado que aconteceu…_ falava rápido e Yagari tentava acompanhas as palavras dela._ … Tu lembras que antes das aulas começarem eu tomei antibióticos para aquela inflamação da garganta, pelas minhas contas deve ter sido por aí, mas nem tenho a certeza._ Respirou fundo depois de ter falado tudo o que queria dizer.
_ E fazendo um resumo o que tu me querias dizer?_ Yagari falou baixo, ainda desnorteado.
_Eu acho que estou grávida._ Apareceu de leve um pequeno sorriso nos seus lábios e Yagari tinha ficado levemente pálido pensando na ideia de ter outro filho.
_ Tu tens certeza duque estás dizendo?_ Segurou-a pelos ombros procurando uma resposta naqueles olhos.
_Não… ainda não tenho, pensei que podíamos fazer isso juntos…_ Admitiu tornando a puxar  a mão dele.
_ Então porque não vamos fazer logo esse teste?
_Mas já?
_Claro que sim…_ Puxou pela mão dela levantando-se do banco._ Vamos comprar um daqueles testes e saber logo, tu não achas?
_Sim… mas sabes que aqueles testes não são cem por cento confiáveis não sabes?_ Kotori interrogou caminhando a passos largos puxada por Yagari.
_Ainda assim dá para ter mais um certeza._ Caminharam até encontrar uma farmácia, na verdade assim que entrou no estabelecimento teve vergonha de pedir um teste, era homem  e era impossível estar grávido quem acabou por pedir fora mesmo Kotori e assim que a farmacêutica retornou com ele e lhe ia explicar como funcionara Yagari interrompeu dizendo que já sabia disso tudo e voltaram a sair.
Aquele passeio matinal acabou por ali, voltaram para casa para realizar o teste, Yagari esperava do lado de fora da casa de banho já impaciente, sentia as suas mão suadas do nervosismo, não que não estivesse feliz, mas estava sentindo o mesmo sentimento de quando soube que seria pai de Teru, esse medo de não conseguir dar conta do recado.
_ Então ainda vais demorar?_ Perguntou dando um pequeno muro na porta.
_ Espera só um bocadinho…_ Ouviu a voz de Kotori do outro lado e não tardou a que abrisse a porta e o fitasse com um leve brilhozinho no olhar.
_Então?_ Engoliu a seco perguntando mas a resposta parecia evidente.
_Positivo…_ Um largo sorriso apareceu no seu rosto e para Yagari foi como suas forças desaparecessem, mas ao mesmo tempo estava feliz era uma mistura de sentimentos estranha.

_Para a próximo começa-me a preparar psicologicamente, assim me sinto um idiota…_ Abraçou-a pousando a sua cabeça sobre o ombro de Kotori,  naquele pequeno momento todas as suas preocupações desapareceram e na sua cabeça apenas ficara um doce pensamento_ “Eu vou ser pai!”.

7 comentários:

  1. Nossa, sua mãe tem 8 coelhos?! o.O
    que paraíso!! *--* Bah! a cor não importa, todo coelhos são lindos!

    Kiss

    Tsuki no Shita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um paraíso de fofura... mas prefiro meu gatinho -.-"

      Eliminar
  2. Olá adorei o seu blog é muito lindo <3
    Assim que puder estarei seguindo

    Bjs Lua Maia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tem problema linda
      Assim que puder :)

      Eliminar
  3. Nossa, outro rebento a caminho?... E a família só crescendo, algo me diz que Teru ficará um bocadinho enciumado... :)

    ResponderEliminar
  4. É verdade.... se ficar é normal, mas meigo como ele é até vai gostar de ter um mano ou uma mana

    ResponderEliminar
  5. É verdade.... se ficar é normal, mas meigo como ele é até vai gostar de ter um mano ou uma mana

    ResponderEliminar

O teu comentário é sempre bem-vindo
Gostamos de saber a tua opinião
Comenta!